sábado, 5 de abril de 2014

Quando a "merda fede" - chama os "Federais das FFAA"......E o salário cada vez menor . Famosa  Medida Provisória 2215/2001, que trata da remuneração das FA deve ganhar mais um aninho já esta com 12 anos no congresso sem ser votada. SOMOS UNS BICHINHOS AMESTRADO MESMO,  nosso país  um circo.


Exército e Marinha assumem ocupação do Complexo da Maré


Tropas do Exército e da Marinha iniciaram, neste sábado, a substituição de parte do efetivo da Polícia Militar no Conjunto de Favelas da Maré, na Zona Norte do Rio. A operação "São Francisco" tem 2.050 homens da Brigada de Infantaria Paraquedista do Exército, 450 da Marinha, 200 da Polícia Militar e uma equipe avançada da 21ª DP (Bonsucesso). A Aeronáutica poderá auxiliar as operações, caso seja necessário.
O Ministério da Defesa informou que a Força de Pacificação atuará até o dia 31 de julho em uma área de aproximadamente dez quilômetros quadrados. A ação será comandada pelo general de brigada Roberto Escoto, comandante da Infantaria Paraquedista.
Blindados auxiliam na ocupação da MaréBlindados auxiliam na ocupação da Maré
Por meio da Força de Fuzileiros da Esquadra, a Marinha do Brasil atuará na Operação com um Grupamento Operativo composto por fuzileiros navais.  Os militares realizarão patrulhamento e ocuparão pontos estratégicos nas comunidades com o objetivo de proteger pessoas e patrimônio, além de preservar a ordem pública.
Esses militares têm experiência em missões de paz no Haiti e nas demais operações de apoio à Secretaria de Segurança do Governo do Estado do Rio de Janeiro (Complexo da Vila Cruzeiro e Morro do Alemão, Complexo de São Carlos, Morro da Mineira, Mangueira, Rocinha, Vidigal, Chácara do Céu, Chatuba de Mesquita, Manguinhos e Jacarezinho, comunidades da Barreira do Vasco e do Caju, Complexo do Lins e Complexo da Maré).
Serão utilizadas 12 viaturas blindadas – dois carros Lagarta Anfíbio (CLAnf) e 10 Viaturas Blindadas sobre rodas PIRANHA IIIC ,além de um helicóptero SEAHAWK MH16.
Militares têm experiência em missões de paz no HaitiMilitares têm experiência em missões de paz no Haiti
As forças de segurança do Rio ocuparam no domingo (30) 15 comunidades da Maré. A área está sendo preparada para receber a 39ª Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). A entrada da polícia durou 15 minutos. Segundo a Secretaria de Segurança, a ocupação contou com 1.180 policiais militares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário