quarta-feira, 31 de outubro de 2012

EXPOSIÇÃO E RESPOSTAS SOBRE O FAM

Como ex-funcionário da POUPEX, sinto-me bastante a vontade de expor os argumentos abaixo que, com certeza, esclarecerão a todos que nos leem. Pois, então, vejamos:


1. O FAM não é um investimento, como muitos podem pensar. Não é um tiítulo de Capitalização, um Fundo de Investimento e nem uma poupança, pois para isso, não há necessidade de um corretor, a pessoa aplica direto com seu banco de preferência. Há de se lembrar que aqueles que aderem ao FAM podem ter uma Poupança adrelada ao desconto da parcela do Seguro, entretanto, esse desconto vai direto para a POUPANÇA POUPEX, no Banco do Brasil, ficando a disposição do interessado, em

retirar ou deixar rendendo os juros fixados pelo Governo Federal.



2. Lembramos que o FAM é um Seguro Coletivo, garantido por um pool de Seguradoras. Era, anteriormente, pela Bradesco Seguros, agora será pela MAPFRE Seguros, uma empresa multinacional tão confiável quanto a primeira.



3. Quanto temos um seguro auto, somos obrigados a, anualmente, renovar o nosso seguro individual, se desejarmos ter o nosso carro coberto contra qualquer sinistro contratado. Assim também é como o FAM, com uma pequena diferença, se no primeiro temos que procurar o nosso corretor, no FAM, por ser um SEGURO COLETIVO, a renovação é automática, dispensando essa necessidade.



4. Com a mudança para a MAPFRE, está ocorrendo a necessidade de todos nós, aderirmos a nova apólice,assinando o Termo de Adesão Simplificado ao FAM e entregando-o à FHE/POUPEX até o dia 31/12/2012. É importante esta Adesão pois, não há necessidade de preencher uma nova Declaração de Saúde e, convenhamos, para os mais antigos, as nossa condições de

saúde não são as mesmas de quanto éramos Tenentes ou 3º Sgt.



5. Quem não assinar o Termo de Adesão e entregá-lo à FHE/POUPEX, estará na condição daquele que não renovou o seguro de seu carro, ou seja, não terá um seguro de vida para amparar a família, na sua ausência.



6. O militar que não aderiu e desejar realizar um novo Seguro de Vida, seja no FAM ou em outra Seguradora, jamais encontrará as condições que o FAM oferece, prinicipalmente se ele já o possui a mais tempo. Além disso, para ser aceito em uma apólice de seguro, se apresentar algum problema de saúde terá que anexar um Atestado Médico informando suas condições sanitárias, podendo não ser aceito pela Seguradora.



7. Quem tiver alguma dúvida sobre o item acima, que faça uma pesquisa de mercado para averiguar, lembrando de comparar as mesmas coberturas que o FAM oferece.



8. Quanto aos novos aumentos previstos serão, unicamente, para garantir a viabilidade do Seguro, pois os nossos aumentos salariais estão ficando cada vez mais raros, e o FAM não pode ser prejudicado e nem as Seguradora, pois convenhamos, qualquer negócio tem que ser bom para as duas partes, não é mesmo!



9. Corroborando tudo que escrevi acima, afirmo que já assinei os dois Termos de Adesão Individual Simplificado ao FAM, referentes ao meu SEGURO MILITAR e ao SEGURO ESPECIAL , entregando-os ao Posto da FHE/POUPEX, em Cascavel.



10. Portanto, seria bom, não demorarmos muito tempo e entregarmos logo o Termo de Adesão, para não perdermos o prazo.

Espero ter colaborado com o Grupo nos esclarecimentos necessários. Em todo caso, continuo a disposição dos companheiros.



Um grande abraço a todos e nossos votos de muita paz e felicidades.



Cel R1 Wagner Cruz (Matbel / 1981)       RESPOSTA    
Brilhante as explicações, mas discordo do nobre Coronel, em gênero número e grau.

Não temos nenhuma vantagem com o FAM a não ser as mesmas oferecidas pelo mercado a qualquer cidadão comum,

Eu tenho um seguro de vida contratado junto a MONGERAL, pago R$ 68,00, para um capital segurado de 200.000,00, e em caso de acidente paga o dobro, por mais 102,00, tenho um plano de previdência para minha filha, que poderá ser sacado a qualquer tempo com os devidos descontos de praxe, se minha filha tivesse hoje 21 anos e tivesse pago por todo esse período, em valor atualizado caso fosse sacado nessa data daria algo em torno de 25.000,00.

Minha esposa tem um seguro e previdência privada tendo como estipulante a OAB/PR, paga em torno de 102,00, mensais por um capital segurado de 120.000,00, mais o plano de previdência privada.

Portanto não somos sócios do FAM e não temos nada de vantagem, e posso dizer mais a tal declaração de saúde é muito simples basta apenas declarar que possui ou não doença e assinar.

Não vejo com bons olhos essa mudança, veja bem atualmente pago R$ 68,00 para manter o seguro do fam, haverão 02 aumentos de 10% cada, em março e setembro de 2013, portanto só em 2013, serão 20%, o que elevará o valor do prêmio a ser pago para R$ 81,60 e em 2014, serão mais 20%, o que elevará o valor do prêmio para R$ 97,92, isso no final de 2014.

Lembrando que pela contratação inicial o valor do capital seria corrigido conforme o aumento do soldo.

Outra questão: O valor do prêmio e o capital segurado somente serão fornecido quando do envio da apólice, isso é o que diz o comunicado, isso é sonegar o direito de informação ao consumidor, como vamos contratar um seguro se não sabemos o valro que vamos pagar e nem sabemos qual vai ser o capital segurado.

Outra questão: o seguro terá vigência de 10 anos, até lá eu terei 55 anos, e se não renovarem novamente meu seguro como vou ficar, já estarei no grupo de risco, nem todo seguradora será obrigada a aceitar a minha proposta de seguro.

Questão ainda mais interessante: Se o negócio não estava bom para a Bradesco, por que é que a mesma ainda continua integrando a apólice do seguro?

Não vejo com bons olhos me parece mais um acerto de caixa.

Estou pesquisando outro seguro junta a outras seguradora e vou contratar de forma individual, o fato de ser seguro coletivo não garante nada a ninguem, fato comprovado é que a Bradesco já vinha há mais de 10 anos negando seguro para os militares e quando esse recorreram a justiça tiveram ganho de causa, então o fato de ser seguro coletivo não garante nada a ninguem.

Só mais uma questão, meu irmão é funcionario do governo do estado do Paraná, onde tem convênio com diversos bancos e financiadoras, a taxa de empréstimo consignado para os funcionários do estado do Paraná está bem abaixo das taxas praticadas pelo FAM, falei isso para o Chefe do posto da Poupex aqui em Cascavel - PR, em uma daquelas reunião feitas na SIB, o mesmo disse ser impossível, sugeri que levasse a idéia para a diretoria da poupex, até hoje não me deu resposta,, ora se o Governo do Estado consegue fazer isso, por que o FAM com mais de 500.000 associado não consegue.

Mais uma prova de que estamos em pé de igualdade com todos, ou seja, não temos benefício nenhum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário